Livro DIREITOS HUMANOS E PROCESSOS DE LUTA é lançado pelo IJHF e pela EMERJ

Instituto Joaquín Herrera Flores - América Latina

Livro DIREITOS HUMANOS E PROCESSOS DE LUTA é lançado pelo IJHF e pela EMERJ

O lançamento ocorreu na terça, 5/10, com realização da webinar “Direitos Humanos, processos de Luta e Emancipação Social”

Como resultado da parceria entre o Instituto Joaquín Herrera Flores – IJHF e a Escola da Magistratura do Rio de Janeiro – EMERJ, foi lançado o livro Direitos Humanos e Processos de Luta. O livro reúne artigos de pesquisadores do Curso de Fundamentos Críticos em Direitos Humanos realizado na Universidad Pablo de Olavide, de Sevilha, em colaboração com o Instituto Joaquín Herrera Flores, no ano de 2020. A obra foi organizada pelos coordenadores acadêmicos e professores do Programa da Escola de Sevilha Edileny Tomé da Mata e Manuel E. Gándara Carballido.

A webinar de lançamento “Direitos Humanos, processos de Luta e Emancipação Social” foi realizada na manhã deste 5 de outubro, e contou com a presença da Desembargadora Cristina Tereza Gaulia, Diretora Geral da EMERJ; do Desembargador Caetano Ernesto da Fonseca Costa, Presidente do Fórum Permanente de DDHH da EMERJ e entusiasta da parceria; do professor da UFF Décio Nascimento Guimarães, editor do livro; e da juíza Adriana Ramos Mello, presidente do Fórum Permanente de Violência Doméstica, Familiar e de Gênero da EMERJ.

O Instituto Joaquín Herrera Flores – IJHF esteve representado pelas diretoras Carol Proner e Gisele Ricobom e o diretor Manuel E. Gándara Carballido, um dos organizadores do livro.

Na fala de abertura, Carol Proner comemorou a parceria do IJHF com a EMERJ e ressaltou que ela gera frutos concretos, o que é a realização do compromisso acadêmico e do sentido efetivo de intercâmbio e cooperação. “A presença de magistrados e magistradas, em especial nos tempos em que o judiciário em muitos lugares do mundo se comporta de forma errática e a presença de alunos do poder judiciário tem uma importância especial” afirmou.

Proner relembrou que “Na belíssima cidade de Sevilha, uma das capitais culturais mais importantes do mundo e sede do Curso, nossas aulas de pós-graduação se converteram num espaço a que confluíram dezenas de mulheres e homens inquietos por encontrar apoio teórico às suas práticas sociais, pedagógicas e jurídicas, sempre dirigidos à construção de um mundo mais justo, igualitário e solidário”. Ela disse ainda que “Houve ocasiões em que nas aulas se podia ouvir o silêncio da aprendizagem; em outras, o murmúrio da surpresa; e, em outros, a força da discussão. Sem esses silêncios, surpresas e interações teriam sido impossível escrever este livro”.

A palestrante do evento, Gisele Ricobom ofereceu conferência de homenagem, na qual delineou as principais características do pensamento crítico e complexo praticado nos Cursos de Sevilha. Manuel E. Gándara Carballido destacou as possibilidades de parceria e intercâmbio que permanecem abertas todos os anos para os universitários e integrantes do poder judiciário.

SOBRE O LIVRO: O livro é, como todos os trabalhos do saudoso JHF (mesmo os mais autorais) resultado do trabalho coletivo realizado na Universidade Pablo de Olavide de Sevilha, Espanha, no Programa Oficial de pós-graduação em Direitos Humanos, Interculturalidade e Desenvolvimento.

A versão eBook pode ser acessada gratuitamente e a versão impressa está à venda, ambas pela Encontrografia, no link: https://encontrografia.com/ebooks/

Ficha técnica:

Organizadores: Edileny Tomé da Mata e Manuel Eugenio Gándara Carballido

Editora: Encontrografia Editora

ISBN: 978-65-88977-39-2

DOI: 10.52695/978-65-88977-39-2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.